segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Cauda de dinossauro encontrada no México está em perfeitas condições


Pela primeira vez na história do país, os paleontólogos do México descobriram uma cauda de dinossauro totalmente articulada. Acredita-se que ela pertencia a um hadrossauro há 72 milhões de anos. A cauda apresenta 50 vértebras e está intacta com 16 metros de comprimento.

A cauda foi recuperada perto da cidade de General Cepeda, no estado de Coahuila depois de 20 dias de escavação por paleontólogos do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) e da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM). Enterrado nas imediações também foram encontrados uma variedade de outros ossos fossilizados, incluindo o quadril.


A julgar pelo comprimento da cauda, a paleontóloga Felisa Aguilar, que dirigiu a escavação, prevê que a cabeça do dinossauro poderia ter medido cerca de 40 metros de comprimento. Aguilar acredita que o restante da amostra ainda possa ser encontrado mais profundamente no solo, abaixo onde a cauda foi encontrada.

Mesmo sem o resto do esqueleto, contudo, a descoberta traz importantes avanços para conhecimento desses seres. "Para o estudo da biologia de dinossauros esta descoberta é importante porque teremos uma sequência que revela as características da vértebra", e como eles variam em tamanho, dependendo da sua posição ao longo da coluna vertebral. 


Nenhum comentário :

Postar um comentário

facebook