quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Caso Roswell: 66 anos de mistério, sem respostas conclusivas.

Perto de completar 66 anos, a lenda do disco voador que caiu no Novo México fez a cidade ganhar, para sempre, um sinônimo de conspirações paranormais.



 No início de julho 1947 (a data exata não é conhecida), algo caiu do céu e perto de um rancho em Roswell, deixando os restos dispersos.
Um capataz do rancho foi o primeiro a ver o material que reportou o caso ao xerife de Roswell, que, em seguida, alertou os militares da Army Air Field, que mantinham presença próximo a cidade.

Jesse Marcel, um major da inteligência, teve a tarefa inicial de ir ao campo de destroços para recolher parte do material, que foi descrito como destroços brilhantes, incluindo peças de borracha, papel, alumínio, pedaços de madeira super-resistentes e vigas de aspecto metálico e vigas.
 Em uma palestra recente em Roswell, o filho do major Jesse Marcel Jr., que tinha 11 anos em 1947 e que, junto com sua mãe, pode ver as peças do OVNI com autorização de seu pai, afirmou ter observado símbolos e escritas incomum nos destroços.

 "Havia essas vigas com cerca de 12 a 18 centímetros de comprimento, e a parte mais incomum eram símbolos e escrita na superfície interior", disse Marcel Jr. "Eu pensei que, num primeiro momento, era como hieróglifos egípcios, mas quando eu olhei mais de perto, parecia mais como símbolos geométricos de algum tipo muito estranho."


 Em 8 de julho de 1947, a Base Aérea de Roswell emitiu um comunicado de imprensa, indicando que os militares haviam recuperado um disco voador acidentado. Tão rapidamente essa história surgiu, ela foi negada por um segundo comunicado de imprensa que alegava que os detritos eram, de fato, de um balão meteorológico.

 A história cresceu ao longo dos anos, incluindo relatos de outras pessoas e a suposta recuperação dos corpos de alienígenas. Na década de 1990, a Força Aérea emitiu dois relatórios, concluindo que o material recuperado em 1947 era de Projeto Mogul, um programa secreto de balões atmosféricos usados para detectar testes nucleares soviéticos.
Os corpos de alienígenas foram oficialmente explicadas como erros de identificação dos bonecos de teste utilizados em experiências militares.

Será que o Major da inteligência teria confundido o que seria destroços de uma nave extraterrestre com um balão meteorológico? 
 Tirem suas conclusões.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

facebook